terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

O que faz um clássico? - Antica Trattoria della Pesa, Milão

Há pratos clássicos da Itália ou da França que parecem não pertencer mais a seus países de origem. Algumas receitas tradicionais são tão fielmente executadas em qualquer parte do Mundo que hoje se pode eleger o melhor “coq au vin” de Tóquio. Quando experimentados em seu berço, no entanto, tal qual uma mãe que recebe os filhos de volta ao útero, quando se sente um calor no peito, reconhece-se um clássico em casa.















Em Milão, a milenar gastronomia lombarda nunca foi tão bem representada quanto na ANTICA TRATTORIA DELLA PESA. O tele-transporte começa pelo local: uma antiga estação de pesagem de 1880, com pequenos salões, quase caseiros, em painéis de madeira escura. Quando o sol cobre as mesas num dia de Outono, o tempo pára e o tempero é de dois séculos atrás.
































Fui abraçada por tudo que provei: da Pasta e Fagioli ao Risotto alla Milanese, do Tartare di Manzo ao Tagliolini com trufas de Alba.  Ao final, invejei os pesados talheres de Guy Degrenne... a eles era permitido mergulhar num mar de Zabaione, o melhor que já comi.

Tartare di Manzo
Pasta e Fagiole (o prato italiano predileto de meu pai)
Tagliolini com trufas de Alba - melhor, impossível.

Risotto alla milanese: o clássico, perfeito. Sem traduções.




Zabaglione. Devo chorar?























Duas curiosas realidades me arrancaram do túnel do tempo: a placa afixada na parede que dizia “Vietato Sputare in Terra” ou “proibido cuspir no chão” - hábito comum no séc. XIX. Aquiesci e obedeci. Outra placa atestava que um personagem histórico teria sido lava-pratos da trattoria: o revolucionário vietnamita Ho Chi Minh, de passagem pela Europa nos anos 30. 



Uma torta de maçã não mencionada no texto, mas não menos apetitosa.
De agora em diante, não haverá mais transgressões como a da primeira placa, nem revoluções como a da segunda. Aqui, definitivamente, habitam clássicos.


ANTICA TRATTORIA DELLA PESA
(não tem website)
viale Pasubio, 10 - Milão - Itália
De segunda a sábado, das 12:30hs às 14:30hs
das 19:30hs às 23 hs
fechada aos domingos

5 comentários:

  1. Oi Cristiana,

    não sei se o meu comentário foi, mas escrevo para dizer que o post está excelente e que reservei o Bartollota. Depois dou um feed back.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Anterior a esse não veio, Henrique! Me fale mesmo o que achou. Vai tudo pro caderninho preto! beijos, Cris

    ResponderExcluir
  3. Cristiana,
    Gosto de revolução, mas dessa sua revolução. Adoro, adoro, mas adoro mesmo zabaglione. Choro, ajoelhado, comendo ... obrigado por me lembrar de coisas maravilhosas como o zabaglione ...
    Do seu fã anônimo.

    ResponderExcluir
  4. Olá. Eu adoreio seu Blog. Tao chic e aconchegante. Volto em breve.
    Com carinho, Nil

    ResponderExcluir
  5. Tem receitinhas novas no meu blog.
    Quando puder venha me fazer uma visita,
    Bjs!
    http://receitasdatatialves.blogspot.com/

    ResponderExcluir